quarta-feira, 16 de junho de 2010

Em suas Asas.

Sempre batendo as asas e eu te puxo, te peço,
tento te prender e quase te imploro:
fica perto, olha pra mim finge que gosta do que eu falo.
Fala comigo, me toca com carinho, finge que quer ficar.
Assim poderei sorrir, assim poderei respirar.
Finge que vai ficar, que eu finjo acreditar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário