domingo, 5 de setembro de 2010

Meus limites?

Meus limites.
Tão tênues e confusos dentro de mim que
em em meio a turbilhões de desejos e conceitos,
se perdem. E quando tento de forma teimosa adquiri-los,
novamente sou invadida pela minha personalidade que teima
em dizer: "Não aceito meus limites. Não aceito me limitar."
Pobre de mim, quanto ainda será preciso que
me machuquem para que eu possa conhecer a mim mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário