domingo, 2 de dezembro de 2012

O Amor, o tempo, os bons acadêmicos e o meu foda-se!




Duas coisas tão descartáveis para os meus contemporâneos: amor e tempo. As vezes penso que não pertenço a esse meio, a essa gente que nem percebe mas passa a vida inteira atrás de algo que não sabe definir o que é. E o mais engraçado é que a boba nessa história toda sou eu.
Irresponsável, malandra, inconsequente são os adjetivos que eu mais escuto. Tudo porque não sou assim vendável como a maioria de vocês. Fico pensando em quanto tempo já perdi com essas coisas. Pra vocês tudo isso é parte da obrigação, da integridade e da moral de um ser humano ter um amontoado de papéis em uma gaveta escritos "certificados". Pra mim é papel que muitas vezes não serve nem pra limpar a bunda.
De forma alguma quero dizer que as pessoas devam se tornar ignorantes completos, mas será que eu sou a unica que percebe que tudo isso recebe uma importância muito maior do que de fato tem? Ninguém precisa de Doutorado pra ser feliz! Eu não quero, repito, não quero e não preciso de uma quantidade enorme de dinheiro no banco. Eu só quero viver, amar e ter um mínimo de tempo para fazer essas duas coisas.
Não me iguale a você. Quando pensar que por ser uma acadêmica (por enquanto) adepta de algumas conversas intelectuais e repertórios adquiridos em bibliografias de nome complicado me faz ser igual a você, esqueça isso! Eu não sou e não pretendo ser. Enquanto você tenta esculpir nas pessoas o amor perfeito, eu te digo que ele visitou a minha porta duas vezes. Com todas as suas complicações e passionalidades porque o amor verdadeiro nunca será perfeito.
Agora conte-me caro acadêmico... quantas vezes mesmo você perdeu o controle de seus próprios sentimentos? Bom, nem precisarei falar de tempo. Enquanto você perdia 12 horas com a cara enfiada em um livro, eu era feliz. Com uma simples conversa em familia, um filme assistido com uma boa companhia, ou  vendo a chuva bater na janela e ainda assim, receberei o mesmo canudo que você ao final do seu curso. Talvez pense que vai ser mais feliz por ter uma casa ou um carro melhor e etc. Eu só acho que você terá filhos mais mimados.
Mais um foda-se em meu blog, e esse foda-se vai pra vocês caros colegas.

2 comentários: